ACIDEZ MENTAL
OS TOP 10 MELHORES DESENHOS ANIMADOS DE TODOS OS TEMPOS
10 – Corrida Maluca

O Desenho Animado foi produzido nos EUA no final dos anos 60 e o objetivo principal dos participantes era ganhar o título de “O Corredor Mais Louco do Mundo”. Sua produção foi de 1968 a 1970 sendo produzido 34 excelentes episódios. Inúmeros personagens dessa corrida ficaram conhecidos do grande público mundial, como Os Irmãos Rocha, dois homens da caverna que pilotavam carros da idade da pedra e nos divertiam com suas constantes brigas.

Também tínhamos o Professor Aéreo que dirigia seu carro sempre buscando alta velocidade de acordo com a ciência, mas como ele era um cientista completamente maluco nunca dava certo.

Como esquecer do ótimo Barão Vermelho que pilotava um carro escarlate que tinha o design todo baseado nas patentes de um famoso aviador e, obviamente, nunca obtinha bons resultados.

Penélope Charmosa foi uma das personagens mais queridas do desenho animado, principalmente pelo seu jeito doce e “cor-de-rosa” de ser. Mesmo assim estava sempre buscando conquistar a vitória e envolvida em acidentes e confusões.

Mas, disparado, o mais conhecido dos personagens de “Corrida Maluca” era Dick Vigarista e seu ajudante Muttley. Dick tentava vencer a todo custo, usando todo tipo de trapaças e querendo que seu ajudante as colocasse em prática. O famoso grito “Muttleeeeeey”, de Dick ficou imortalizado, assim como o pedido do ajudante, que sempre pedia por “medalha, medalha, medalha”.

A Corrida Maluca fez tanto sucesso que vários personagens acabaram ganhando vida própria e tendo seus próprios desenhos e por isso ele alcançou o 10º lugar em nossa lista.

9 – Os Cavaleiros do Zodíaco

Um manga e anime que coloca qualquer dos atuais desenhos japoneses no chinelo. Essa é a forma mais simplista de explicar o fenômeno chamado Cavaleiros do Zodíaco, principal desenho animado japonês, que foi exportado para o mundo no início dos anos 90 e se tornando o maior fenômeno de audiência no Brasil em muitos anos.

O enredo conta a história de que a cada 200 anos (em média), Atena, a deusa da guerra e da sabedoria, vem à Terra, com a sagrada missão de impedir outros deuses de dominar a Terra e os seres humanos. Para cumprir sua missão, Atena conta com a ajuda de jovens guerreiros protegidos com armaduras sagradas,intitulados cavaleiros. Juntos, lutam contra as forças do mal, num ambiente cheio de mitologias.

O desenho foi dividido em mangá e anime. O mangá teve 48 volumes que foram exibidos no Brasil pela extinta TV Manchete, já o anime foram incríveis 114 episódios clássicos e mais 31 episódios da Saga de Hades, que foram produzidos e exibidos bem depois.

O desenho fez tanto sucesso mundo afora que foram produzidos curtas-metragens com o tema, livros, cartelas de figurinhas, tornando-se verdadeira febre mundo afora. No Brasil, Cavaleiros do Zodíaco disputava uma audiência concorrida, com novelas globais e a recém criada série infantil Castelo Rá-tim-bum, da TV Cultura, e sempre dava ótimos resultados.

Mesmo sendo exibida há mais de 10 anos, a série marcou toda uma geração e por isso aparece em 9º lugar nessa lista.

8 – Bob Esponja

Bob Esponja, que este mês completou 10 anos de exibição, é sem dúvida alguma, um dos desenhos mais queridos pelas crianças do Brasil e do mundo todo. Nos EUA é um fenômeno de audiência que já chegou a ser comparado com Os Simpsons, outra animação de vida longa e respeitada pela crítica mundo afora.

O desenho conta a história de Bob Esponja, uma esponja-do-mar quadrada e amarela que vive no fundo do Oceano Pacífico, numa cidade submarina chamada Fenda do Bikini. Ele trabalha como cozinheiro na lanchonete Siri Cascudo, especializada em hambúrguer de siri, cujo proprietário é o Sr. Siriguejo. Junto com Bob, trabalha na lanchonete um polvo ranzinza chamado Lula Molusco. O melhor amigo de Bob é Patrick, uma estrela-do-mar rosa.

Os roteiros dos episódios giram em torno da ingenuidade de Bob Esponja e Patrick, que nunca encontram malícia nas atitudes de Sr. Siriguejo, Lula Molusco, Plankton e outras personagens ardilosas da trama.

No Brasil, Bob Esponja é transmitido na TV aberta há muitos anos pela Rede Globo e, mesmo quando há alteração na grade e mudanças em praticamente todos os desenhos animados, como ocorreu em 2009, o desenho é mantido na programação por ter ótimo retorno em termos de audiência.

Existe uma geração de crianças apaixonadas pela esponja que vive no fundo do mar e que consomem tudo que se refere ao desenho, desde roupas, até produtos escolares, tornando Bob Esponja um verdadeiro fenômeno comercial, e é o primeiro desenho animado que aparece na nossa lista e continua com produção de episódios inéditos e figurando em 8º lugar da nossa lista.

7 – Du, Dudu e Edu

Um dos desenhos mais inteligentes do final da década de 90 que levava as crianças dos EUA e de boa parte do mundo a ótimos momentos de gargalhadas com as situações desses três personagens.

O desenho conta a história sobre três garotos, que são chamados de Eduardo. Em cada episódio, existe uma história diferente, mas os três sempre estão tentando ganhar dinheiro para poder comprar suas balas de caramelo. Conhecidos em inglês como Ed, Edd n’ Eddy, este trio vive em um bairro chamado Peach Creek, na cidade de Vancouver, no Canadá. Os três são muito diferentes, exceto numa coisa: Todos adoram balas de caramelo, no Brasil ou quebra-queixos, em Portugal,que são umas balas grandes e redondas vendidas na loja de doces. Eles são atormentados pelas crianças do beco. O bairro tem vários becos e duas ruas principais sendo uma delas com algumas lojas. Du, Dudu e Edu são três amigos que sempre procuram trabalhar meio período nas férias de verão para ganhar dinheiro e comprar balas de caramelo.

Os três protagonistas são: Du – É o mais idiota e imbecil do grupo, e o mais forte do bairro. Adora filmes de ficção científica e terror, revistas em quadrinhos (monstros, alienígenas e zumbis) e, ainda, gosta de comer “Galinha com Quiabo”. Por ser muito burro, concorda com qualquer plano que o Edu bola. Não raro é vê-lo divagando (quando se encontra diante de algo aparentemente “normal”) e transformando a respectiva situação em algo oriundo de ações monstruosas ou alienígenas. Vive fedido e come – literalmente – qualquer coisa; Dudu – Usa um gorro que parece uma meia. Adora ler, o saber, o conhecimento, o estudo, e algumas vezes é contra sua vontade que ajuda Edu a realizar seus planos, as vezes ele diz: “Estou rodeado de imbecis”, detesta sujeira e germes e é aquele tipo de criança que nunca viola as regras. Além de odiar exercício físico pois se cansa rapidamente, quando Edu tem um plano, ele vai até a garagem e inventa alguma maquina; e Edu – É o cérebro dos planos maliciosos entre o grupo; adora aparecer, se acha esperto e sempre se da mal nos seus planos para conseguir dinheiro para comprar balas de caramelo que ele adora. Tem a receita da Bomba Fedida El Mongo.

Não é possível dizer que Du, Dudu e Edu foi um fenômeno de audiência no Brasil, mas sempre esteve no ar durante a programação infantil. Um filme está sendo produzido nos EUA e pode estrear por lá ainda em 2009. Por todas essas coisas é que Du, Dudu e Edu figura em 7º lugar da nossa lista.

6 – A Pantera Cor de Rosa

Desenho animado criado após o estrondoso sucesso quando a pantera fictícia apareceu na abertura do filme The Pink Panther, com tamanho sucesso, a produção não pensou duas vezes e decidiu produzir uma série animada.

Como se fosse possível, o desenho fez ainda mais sucesso quando ganhou vida própria, sendo produzidos 120 episódios, cada um com 6 minutos de duração aproximadamente, e ganhando o coração de crianças no mundo todo.

O desenho é um dos poucos desenhos em que praticamente não há diálogos, apenas músicas que definem todas as situações, muita gente por isso achava que A Pantera Cor de Rosa não faria muito sucesso no Brasil, o que foi um erro gigantesco.

O desenho tornou-se logo um dos mais queridos das crianças, sendo exibido de segunda a sexta no saudoso programa da Vovó Mafalda, pelo SBT.

O jeito de andar, as trapalhadas e a forma astuta com que a pantera resolvia seus problemas eram imitadas constantemente pelas crianças Brasil afora, ganhando o carinho de toda uma geração. Nos anos 90, quando virou febre no Brasil, os pais aprovavam a exibição do desenho e apoiavam que seus filhos assistissem, pois foi nesse período também que as crianças começaram a gostar de desenhos tidos como violentos.

Em tudo, o mais inesquecível para os fãs de A Pantera Cor de Rosa era a música que tocava ao fundo enquanto ela caminhava tranquilamente, música instrumental que era repetida de boca em boca pelas crianças onde quer que estivessem e por isso a série ocupa o 6º lugar na lista.

5 – O Fantástico Mundo de Bobby

O desenho foi um fenômeno nos EUA logo depois da exibição de seu primeiro episódio. Críticos e educadores se derreteram em elogios focando principalmente no conteúdo muito inteligente do desenho que mostrava cenas interessantes para crianças de todas as idades. No Brasil, O Fantástico Mundo de Bobby foi sucesso no final dos anos 90 e início da atual década, sendo exibido pelo SBT que constantemente ficava em primeiro lugar na audiência no momento em que o desenho era exibido.

O desenho conta as aventuras cotidianas do pequeno Bobby Generic e da sua família. Um toque especial é dado pela presença do tio (Ted) de Bobby com suas camisas coloridas e seu cachorro (Roger). Além dos personagens animados o desenho trazia um personagem humano (Howie Mandel) que aparecia ao final de cada episódio, comentado-o e trazendo algum tipo de lição. O pequeno Bobby pilotava o seu triciclo aprendia a desvendar o mundo, valendo-se da sua extraordinária imaginação.

A família do garoto também não ficava de fora das confusões, a mãe era fã de Elvis, a irmã (Kelly) era uma adolescente aborrecente e o irmão Derek adorava pegar no pé de bob. O pai aparecia no episódio em dose dupla, já que além de aparecer na animação, também interagia com o garoto no final de cada desenho.

Em alguns episódios Bobby tinha que fugir de uma garota de longos cabelos ruivos chamada Jackie, que era apaixonada por ele, apesar de não admitirem, alguns fãs acreditam que no fundo ele também a amava

Há também o episódio em que Bobby se vê obrigado a visitar a tia Ruth,de quem antes de conhecer tinha muito medo. O desenho contou com 7 temporadas, sendo produzidos 80 episódios que seria impossível definir qual o melhor devido a qualidade incrível de texto e isso colocou O Fantástico Mundo de Bobby em 5º lugar.

4 – Os Padrinhos Mágicos

Produzida pela Nick americana, Os Padrinhos Mágicos é o segundo maior sucesso da emissora nos EUA, atrás apenas do fenômeno Bob Esponja. No resto do mundo o desenho animado é cultivado por um sem-número de crianças e muito elogiada pela crítica que vê em cada episódio crítica a situações do cotidiano, do governo e feita de forma com que a criança compreenda.

O desenho conta a história de Timmy Turner, que vive em Dimmsdale, Califórnia, e é um garoto comum de dez anos. Mas ele sofre muito nas mãos da malvada babá Vicky, e nem seus pais desorientados, o Sr. e a Sra. Turner podem ajudá-lo, pois não acreditam que Vicky seja malvada. Mas isso pode mudar graças a uma ajuda de Cosmo e Wanda, duas fadas mágicas que realizam qualquer desejo. Eles são padrinhos mágicos, enviados para as crianças que mais precisam de ajuda, como Timmy. Mas existem também as Regras das Fadas, como não revelar que tem padrinhos mágicos, não poder interferir em amor verdadeiro e nem ganhar uma competição séria. Contudo, Timmy pode causar várias confusões na Terra ou até no Mundo das Fadas.

O desenho fez muito sucesso em vários países do mundo o que sempre faz com que uma nova temporada seja exibida. No final de 2005 foi exibido nos EUA o especial “Jimmy e Timmy, o confronto 3: quando os manés Colidem, que seria o provável último episódio do desenho, mas os produtores voltaram atrás após pedidos por todo os EUA.

Em 2008, a Nick anuncia que estava sendo produzido um novo filme, Um Bebê muito louco, muitos esperavam que este filme marcaria o fim oficial de Os Padrinhos Mágicos, mas ao ser exibido teve audiência de 9 milhões de pessoas no país, um recorde que garantiu a sétima temporada em 2008 e a garantia da Nick de produzir temporadas até 2010, ao menos.

Com 96 episódios exibidos até o momento (é provável que ultrapasse os 130 até 2010), Os Padrinhos Mágicos é muito querido pelas crianças brasileiras e aparece em 4º Lugar da nossa lista.

3 – Doug

Doug é uma das série mais lembradas entre as crianças do mundo. O desenho é muito divertido e sempre é comentado quando se fala de desenho de qualidade para as crianças de qualquer época.

A série se passa na cidade fictícia de Bluffington, para onde Doug e sua família se mudaram, saindo de Bloatsburg. A animação mostra a vida e as imaginações do personagem título, um estudante chamado Doug Funnie. Ao lado de Doug, outros personagens principais são seu cachorro Costelinha seus amigos, Skeeter Valentine e Patti Mayonnaise e seu inimigo, Roger Klotz, o valentão da escola. A maioria dos episódios começa com Doug escrevendo no seu diário os fatos mais recentes de sua vida, e o episódio exibido acaba por ser um flashback de Doug, que narra os eventos.

A irmã mais velha de Doug, Judy, é uma fonte constante de conflito. Ela é uma atriz dramática (possivelmente uma beatnik) que sempre usa roupa roxa e óculos escuros, até mesmo dentro de casa. A existência de Doug é praticamente ignorada por ela, já que os interesses dele são infantis, aos olhos dela.

Doug foi produzido inicialmente pela Nick e ficou no ar durante três temporadas, sempre com excelentes resultados em audiência e comercialmente. A Nick cancelou a atração em 1994 sob protestos e, a partir de 1996 a Disney comprou os direitos de produção e fez novos episódios para a alegria dos fãs.

Com um total de 117 episódios Doug é um dos desenhos mais exibidos ao redor do mundo estando presentes em centenas de países, principalmente devido a seus episódios inteligentes e voltados para fazer a criança soltar sua imaginação e por isso aparece em 3º lugar na nossa lista.

2 – Pica-pau

Uma lista decente sobre os melhores desenhos da história em que não figura Pica-pau entre os primeiros lugares, não pode sequer ser vista. Essa é opinião unânime entre crianças de diversas gerações, já que o desenho foi produzido em 1940 e até hoje é fenômeno de audiência ao redor do mundo.

Pica-Pau (no original em inglês Woody Woodpecker) é o nome de um personagem de desenho animado de mesmo nome, um pica-pau antropomórfico (animal com corpo e características humanas), que estrelou vários curtas-metragens de animação produzidos pelo estúdio de Walter Lantz e distribuídos pela Universal Pictures. Embora não seja o primeiro dos personagens “malucos” que tornaram-se populares nos anos 1940, o Pica-Pau é considerado um dos personagens mais notáveis do gênero.

O Pica-Pau foi criado em 1940 pelo artista de storyboard Walter Lantz. Em seus primeiros desenhos animados, o Pica-Pau aparece como um pássaro louco, com uma aparência considerada grotesca. Porém, ao longo dos anos, o Pica-Pau sofreu diversas mudanças no seu visual, ganhando traços mais simpáticos, uma aparência mais refinada e um temperamento mais tranqüilo. O Pica-Pau foi inicialmente dublado, nos Estados Unidos, por Mel Blanc, que também fez as vozes de quase todos os personagens do sexo masculino das séries Looney Tunes e Merrie Melodies. Como dublador do Pica-Pau, Blanc foi sucedido por Ben Hardaway, e mais tarde por Grace Stafford, esposa de Walter Lantz.

Os desenhos do Pica-Pau foram transmitidos na televisão pela primeira vez em 1957, no programa The Woody Woodpecker Show, que mostrava novas sequências animadas do Pica-Pau interagindo com as filmagens em live-action de Walter Lantz, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. Atualmente, The Woody Woodpecker Show é ainda reprisado com freqüência na televisão.

Lantz produziu os curtas-metragens do Pica-Pau até 1972, quando ele fechou definitivamente seu estúdio. Desde então, o personagem só voltou a reaparecer em 1999, no programa The New Woody Woodpecker Show, produzido pela Universal Animation Studios de 1999 à 2002. O Pica-Pau é um dos poucos personagens de desenho animado que possui uma estrela na Calçada da Fama. Ele também fez uma pequena aparição junto com outros personagens famosos no filme Who Framed Roger Rabbit, de 1988.

No Brasil, Pica-pau já alavancou a audiência do SBT nos anos 90, da Rede Globo no início dos anos 2000 e atualmente serve como uma espécie de coringa da Rede Record, ocupando vários horários na grade da emissora. Com um dos personagens mais amados por todos os brasileiros, Pica-pau aparece em 2º lugar dessa lista.

1 – Os Simpsons

O Desenho animado que está a mais tempo no ar e sendo produzido. O desenho animado que ocupa a mais tempo um horário nobre na TV americana. O desenho animado mais querido pelos americanos e por diversas pessoas ao redor do mundo. Essa é a forma simples de definir o que Os Simpsons representa para o mundo televisivo.

A série é focada nas aventuras de uma típica família suburbana do meio-oeste norte-americano. O pai, Homer Simpson, é inspetor de segurança da Usina Nuclear de Springfield (em Portugal, chamada de Central Nuclear de Springfield). Marge Simpson, sua esposa, é uma dona de casa estereotipada. O casal tem três filhos: Bart, um garoto rebelde de dez anos; Lisa, uma menina-prodígio de oito anos que adora tocar saxofone e Maggie, a caçula da família, uma bebê que não fala, mas que é considerada pelos fãs como o mais inteligente e misterioso personagem da série(que depois é revelado que toca saxofone melhor que Lisa). Completam a família um cachorro chamado Ajudante do Papai Noel (em Portugal, Santa’s Little Helper), além de um gato chamado Bola de Neve (em Portugal, Snow Ball). Os produtores decidiram que os personagens não envelheceriam ao longo da série, embora celebrações como festas religiosas e de fim de ano apareçam com frequência. Há ainda um grande número de personagens menores, desde parentes da família até coadjuvantes eventuais.

Os Simpsons faz tanto sucesso ao redor do mundo que algumas curiosidades marcam a série, como o famoso “D’oh” de Homer que entrou como um verbete num dicionário britânico. Ao todo mais de 50 celebridades já apareceram em Springfield, cidade fictícia onde vive a família Simpsons, alguns brasileiros, como Ronaldo.

O desenho já visitou o Brasil, fazendo uma sátira divertida a forma como o estrangeiro enxerga o Brasil. O episódio em que a família chega ao país e vê praticamente uma floresta cheia de selvagens é muito criticada por autoridades brasileiras, principalmente porque andando pelo Rio de Janeiro, a família é assaltada. Como os produtores não se preocupam muito com críticas, num episódio futuro, novamente satirizam o Brasil, quando Liza diz: “Esse é o pior lugar em que já estivemos” e Bart responde: “Pior que o Brasil?” e a menina lembra que o Brasil realmente foi pior. Este episódio foi censurado no Brasil e essas falas foram substituídas.

A família mais querida do mundo televiso está em exibição nos EUA na sua 21ª temporada tendo sido exibidos mais de 450 episódios diferentes. O único filme de Os Simpsons foi um fenômeno em todo o mundo e recebeu grandes elogios de toda a crítica mundial. Por tudo isso é que Os Simpsons lidera nossa lista sendo considerado o melhor desenho animado de todos os tempos.

Fonte: Besteironas


Envie este post para o seu Twitter!!
Siga o Acidez Mental no Twitter
Recomende o Acidez Mental aos seus amigos
Adicione o Acidez Mental aos seus favoritos
Dê uma olhada nos arquivos. Tem muita coisa legal guardada lá!
Vá para a página principal