Clique aqui e aprenda a ganhar dinheiro trabalhando em 
casa na internet
NEYMAR: UM NOVO ROBINHO?
NEYMAR: UM NOVO ROBINHO?

E uma das novelas mais longas do futebol dos últimos anos finalmente chega ao fim. Depois de muito bafafá, diz-que-não-diz e conversa pra boi especular, finalmente Neymar deixou a Vila para trás e rumou às tão especuladas terras catalãs. Deixa o Brasil para ir à Europa ser o melhor do mundo.

NEYMAR: UM NOVO ROBINHO?Opa! Mas essa história não é familiar?

Há 7 anos atrás, outro brasileiro saía do time praiano rumo a um gigante europeu, deixando o status de promessa da categoria de base para ser o principal nome de uma equipe novamente campeã depois de anos de marasmo. Assim como Neymar, Robinho também foi a maior jóia de uma geração de “meninos” que levou o Santos de volta ao caminho dos títulos. E, assim como Neymar, Robinho foi vendido ao grande clube espanhol da época – a hegemonia que hoje pertence ao Barcelona ainda era do Real Madrid – para se tornar a peça que faltava, a cereja no bolo de um time já montado e comprovadamente campeão e, com boas atuações e títulos, conseguir o sonhado prêmio de melhor jogador do mundo.

Mas as coincidências com Neymar param por aí

Neymar é mais jogador que Robinho, indiscutivelmente. Ainda que o “Rei das Pedaladas” seja um jogador acima da média, ele nunca se mostrou um craque. Robinho sempre teve grandes problemas no fundamento básico para um atacante – a finalização. Considerado muitas vezes como triatleta, aquele cara que “corre, pedala….e nada”. Já Neymar se mostra muito mais completo desde cedo, não apenas nos fundamentos básicos mas mesmo na parte mental do jogo, aceitando a responsabilidade de levar o time nas costas numa disputa tão importante quanto uma Copa Libertadores quando mal havia completado os 20 anos (tipo de responsabilidade que Robinho não precisou ter, já que sempre a dividia com outros grandes jogadores do elenco, como Diego, Elano e Renato). De modo bem claro: Robinho nunca mostrou ser mais do que muito bom jogador; Neymar já não deixa dúvidas que é craque. Não só em campo, como também fora dele.

NEYMAR: UM NOVO ROBINHO?E é justamente nisso que o garoto precisa tomar cuidado

Com bom futebol e um carisma natural – aquele jeito de moleque malandro que consegue passar tão naturalmente mesmo nas entrevistas pós-jogo – Neymar é um alvo certo para agências de marketing, que vê no menino-prodígio o rosto ideal para vender qualquer produto – de celulares à talco para pés. E isso tem pesado na vida do garoto. Há cerca de um ano e meio ele não tem atuações consistentes – por coincidência, o tempo exato de seu auge internacional quando, ao disputar o Mundial de Clubes contra o Barcelona, teve seu nome e rosto estampado nas manchetes de jornais do mundo inteiro. Apesar de o próprio atleta afirmar que isso não afeta em nada seu desempenho, apenas sendo muito cego para não conseguir notar nenhuma relação entre as crescentes aparições em comerciais e eventos com a queda do nível técnico apresentado em campo.

NEYMAR: UM NOVO ROBINHO?Neymar vai ser mais uma fraude na Europa?

Quer dizer então que não tem salvação, que Neymar vai ser mais uma fraude na Europa? Não necessariamente. A saída do Brasil pode ser, mais do que uma chance de evolução, uma chance de recuperação. Com uma possível blindagem do novo clube para com os excessivos eventos publicitários, é bem possível que Neymar possa focar mais em seu futebol e recuperar aquilo que sabe fazer de melhor, entortando adversários em arrancadas impossíveis de ser paradas, como aquela contra o Flamengo que lhe rendeu o título de “gol mais bonito do ano” pela Fifa.

Mas isso se – e apenas se – o clube catalão conseguir conter a ganância de Neymar pai, que cada vez mais se aparenta com o papa Jackson, cuidando da carreira do filho como se esse fosse uma galinha dos ovos de ouro, que deve ser espremida e gerar o máximo de renda possível, aparentando muitas vezes não se preocupar com o cansaço do filho ou, apenas, como o fato de que esse sucesso todo só foi alcançado porque ele é um craque do futebol, e não modelo – e fatos como a gravação de uma novela às vésperas de uma final de campeonato não ajudam em nada na tentativa de provar o contrário.

Neymar vai ser um fracasso no Barcelona? Talvez. Vai conseguir recuperar o futebol e voltar a ser um craque de primeira linha? Talvez. Vai ser o melhor jogador do mundo? Talvez. Continuará focado no marketing e se tornará logo cedo um novo Beckham no fim da carreira? Talvez.

São muitos talvezes para um garoto que alcançou seus 21 anos e já tem o nome conhecido no mundo todo. E não por causa do penteado diferente a cada semana mas, principalmente, pela habilidade em manejar uma coisa tão simples como uma bola com algo tão mundano como os próprios pés.

21 anos e cheio dos talvezes. Talvez esse seja o caminho certo.

Talvez.

Fonte: Resenha Gol

GOSTOU? ENTÃO CLICA NO "CURTIR", VAI!

11/06/2013

VEJA TAMBÉM

  1. CURSO GRÁTIS: APRENDA A GANHAR DINHEIRO TRABALHANDO EM CASA NA INTERNET

  2. DESTAQUES DO ACIDEZ MENTAL

  3. OS 100 LINKS MAIS CLICADOS DE TODOS OS TEMPOS!
    O "FILÉ" DO ACIDEZ MENTAL!

  4. O BRASIL É MESMO O PAÍS DO FUTEBOL?

COMENTÁRIOS:

comments powered by Disqus

CURTA O ACIDEZ MENTAL NO FACEBOOK

Recomende o Acidez Mental para seus amigos


Dê uma olhada nos arquivos. Tem muita coisa legal guardada lá!


Vá para a página principal